Acidente com carro alegórico da Paraíso do Tuiuti deixa 20 feridos no Rio - WillCarvalho.com - O blog do Will Carvalho Locutor

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Acidente com carro alegórico da Paraíso do Tuiuti deixa 20 feridos no Rio

O veículo da Paraíso do Tuiuti derrapou na pista molhada e prensou várias pessoas junto à grade de proteção que separa as escolas de samba do público. Ao menos três vítimas estão em estado grave


O acidente com um carro alegórico desgovernado deixou 20 pessoas feridas na noite de domingo (26) no Rio de Janeiro. Não há registro de óbitos. O grave acidente marcou o desfile da escola Paraíso do Tuiuti, a primeira escola a entrar na Marquês de Sapucaí no Grupo Especial do carnaval 2017. 

Ainda na madrugada desta segunda-feira (27), uma perícia foi feita no carro e não foi encontrado nenhum problema mecânico. Haverá nova avaliação dos peritos hoje.

Oito feridos foram levados a hospitais da região e outros 12 foram atendidos no sambódromo. Testemunhas relataram que o carro, último a entrar na Marquês de Sapucaí, derrapou no setor 1, na área de concentração, pouco antes de entrar na avenida. Ao menos oito vítimas foram prensadas  junto à grade de proteção que separa as escolas de samba do público.

Entre as vítimas estão Maria de Lourdes Moura, 58 anos, que teve fratura exposta nas duas pernas, traumatismo craniano e de face e está em estado grave; a fotógrafa Lúcia Melo, que teve traumatismo craniano leve e fratura exposta na perna esquerda; e Elizabeth Jofre, que quebrou o fêmur.

O diretor de carnaval da Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa), Elmo José, tentou explicar a dinâmica do acidente. Ele relatou que, com a chuva que caia no momento do acidente, a parte da frente do carro começaram a tender para o lado esquerdo, e não conseguiu fazer a curva para entrar na passarela. Ele desgovernou um pouco, segundo o diretor, e começou a encostar nas pessoas. Em nota, a Liesa lamentou o acidente. "A Liga se solidariza com as vítimas e seus familiares e informa que todas foram prontamente socorridas", diz a nota.

O carro seguiu por todo o desfile e ficou recolhido no próprio local para a nova perícia. O motorista ainda não havia sido identificado até esta manhã. A investigação será feita pela 6ª DP (Cidade Nova).

Resgate de vítimas

“Houve um esmagamento junto à grade, que poderia ter provocado um dano até maior. A gente evitou que a grade entrasse na barriga da pessoa. Todas saíram daqui conscientes”,n explicou o coronel do Corpo de Bombeiros, André Luiz Teixeira Morgado. “Foi horrível. Uma das senhoras presas na grade estava desacordada, perdeu muito sangue. As pessoas ficaram desesperadas, sem saber o que fazer”, contou Mônica Ferreira, que assistia ao desfile no setor 1.

O resgate dessa jornalista foi o mais dramático, já que os bombeiros tiveram que serrar a grade para conseguir retirá-la do local e levá-la até uma ambulância em direção ao hospital. Foram momentos de tensão. Na arquibancada, a população, que até então cantava o samba da escola permaneceu em silêncio, à espera do término do resgate. Quando os bombeiros tiveram êxito, uma explosão de palmas foi ouvida na dispersão da Sapucaí.

De acordo com as informações da Secretaria Municipal de Saúde do Rio, oito feridos foram levados a hospitais públicos próximos ao local do acidente. Das três em estado grave, duas passam por cirurgia nesta manhã, Elizabeth Jofre e Maria de Lourdes Moura.


Nenhum comentário:

Postar um comentário