Ads Top

Enem: confira as mudanças que vão impactar os candidatos

Há alterações na aplicação das provas, segurança e certificação

Em dez dias, 6,7 milhões de pessoas vão começar a realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em todo o País. Aqueles que se inscreveram para participar do exame neste ano devem ficar atentos às mudanças, como na aplicação das provas e nas novas medidas para garantir a segurança da prova. Confira quais são elas e se prepare.

Datas – O Enem continua sendo realizado em dois dias e no formato de provas impressas. Porém, elas serão aplicadas em dois domingos seguidos (5 e 12 de novembro), e não mais em um único fim de semana. A mudança atende principalmente os sabatistas (participantes que guardam o sábado), que acessavam o local de prova no mesmo horário dos demais, mas só começavam a responder as questões às 19h. Nos dois dias, os portões de acesso aos locais de prova serão abertos às 12h e fechados às 13h, de acordo com o horário de Brasília (DF).

Redação – A redação será realizada no primeiro domingo, junto às provas de linguagem, código e suas tecnologias e ciências humanas e suas tecnologias. A duração será de 5 horas e 30 minutos. No segundo domingo, é a vez de testar os conhecimentos em matemática e ciências da natureza e suas tecnologias, com 4 horas e 30 minutos de duração.

Segurança – Personalizados, os cadernos de questões têm o nome e o número de inscrição do candidato. Os cartões de resposta estarão encartados e identificados na prova. Até o ano passado, os participantes recebiam o cartão de resposta separado da prova e faziam a identificação com a cor de sua prova. Com essa novidade, será reforçada a segurança dos quatro cadernos diferentes e identificados por cores.

Além disso, o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) fará uso de detectores de ponto eletrônico para localizar e identificar, sem a necessidade de busca pessoal, participantes que tentarem usar pontos eletrônicos ou aparelhos de transmissão durante as provas.

Também serão utilizados 67 mil detectores de metal, um para cada 100 participantes. Esse quantidade irá garantir a vistoria dos participantes na entrada e na saída de todos os banheiros durante a aplicação.

Atendimento – Em relação ao atendimento especializado, a solicitação de tempo adicional pelas pessoas com deficiência foi feita durante as inscrições. Antes, isso ocorria na hora da prova.

Certificação – O Enem não servirá mais para certificar o ensino médio. Quem deseja essa certificação, deve realizar o Exame Nacional de Certificação de Jovens e Adultos (Encceja).

Resultados – Quem realizar o Enem 2017 poderá conferir os resultados a partir de 19 de janeiro de 2018, apresentados por área de conhecimento. Com informações do Portal Brasil.



Com informações do site noticiasaominuto


Nenhum comentário :

Tecnologia do Blogger.