Ads Top

Confira 3 dicas para prevenir e amenizar a sensibilidade nos dentes

Apesar de comum, poucos sabem quais são as causas do distúrbio



Segundo dados do Hospital da Face, cerca de 40% da população brasileira sofre com a hipersensibilidade nos dentes, problema que provoca certo incômodo quando o indivíduo ingere alimentos muito quentes, gelados, doces ou ácidos. No entanto, apesar de comum, poucos sabem quais são causas e como prevenir o distúrbio.

Para Rosane Menezes Faria, dentista da Caixa Seguradora Odonto, a dor, aguda e de curta duração, é causada pela exposição da dentina, tecido localizado entre esmalte e polpa do dente. "A dentina é composta por inúmeros poros que chegam até o nervo do dente. Quando ela está exposta a diferentes temperaturas ou certos tipos de alimentos, esses poros levam estímulos aos nervos dos dentes, causando incômodo”, esclarece.

Ela ainda pontua que o desgaste do esmalte dos dentes ou a retração gengival, que consiste deslocamento da margem da gengiva, são os principais agentes desencadeadores dessa exposição da dentina. “Porém, existem certas práticas simples que auxiliam na prevenção ou até na diminuição do desconforto gerado pela hipersensibilidade”, conta Rosane.

Abaixo, a especialista revela quais são elas.

Modere o consumo de alimentos ácidos

De acordo com a dentista, ingestão de alimentos ácidos, como, por exemplo, refrigerantes, energéticos, sucos de frutas cítricas, vinagre, entre outros, podem danificar o esmalte e, consequentemente, aumentar a sensibilidade dos dentes. “Como o dano no esmalte pode ser irreversível, mesmo que o indivíduo ainda não sofra com a hipersensibilidade, é importante ficar atento para evitar problemas futuros. Porém, não há necessidade de abolir o consumo, mas sim controla-lo”, afirma.

Atenção ao escovar os dentes

Rosane, da Caixa Seguradora Odonto, alerta que ao contrário do que muitos acreditam, a intensidade excessiva na escovação não deixa os dentes mais limpos, somente desgasta suas respectivas estruturas. “A orientação é escovar os dentes com movimentos suaves e curtos, sem apertar demais a escova, que precisa ter cerdas macias. Os cuidados com a higiene básica, como a regularidade de escovação e o uso de fio dental, também devem ser seguidos. Ainda recomendo o uso de cremes dentais específicos para dentes sensíveis”, orienta.

Não deixe de procurar seu dentista

A especialista pondera que as práticas citadas contribuem para diminuir o desconforto gerado pela hipersensibilidade, porém não anulam a necessidade da visita ao dentista. “Como as dores são agudas, mas passageiras, as pessoas ignoram os sinais e não procuram um dentista. O ideal é consultar o dentista para que a causa exata do problema seja identificada e o tratamento mais assertivo seja iniciado”, conclui.

Nenhum comentário :

Tecnologia do Blogger.