Ads Top

Relação de incesto: irmãos se apaixonam e agora descobrem que serão pais



O casal Ana e Dani Parra estão super empolgados com descoberta que terão um filho. Agora eles tentam driblar a lei para conseguir oficializar a união

A gravidez de Ana Parra não seria tão comentada se não fosse por um pequeno detalhe: o pai da criança é irmão dela. Ana e Dani são irmãos por parte de pai e se apaixonaram praticamente à primeira vista. Agora, lutam para legalizar a união apesar do incesto e comemoram a chegada do bebê.

Com 13 semanas de gravidez, a primeira coisa a fazer é a mãe se submeter a um teste genético. Segundo o portal espanhol “El Comercio”, mesmo sabendo dos riscos que envolvem o incesto , Ana não consegue disfarçar a empolgação de saber que terá um filho do irmão.

“Todos nós somos portadores de uma série de doenças até mesmo em situações normais, como Dani e eu somos irmãos por parte de pai a chance de carregamos em nossos genes a mesma doença é alta”, explica Ana. “No entanto, contra todas as probabilidades, os médicos nos disseram que não há nenhuma dessas chamadas doenças recessivas. Estamos muito contentes”, completa.

História de amor inusitada

Ana e Dani se conheceram em Barcelona, na Espanha. O encontro aconteceu, pois a jovem insistiu em saber quem era o filho que o pai teve logo após deixar a mãe dela. Quando os dois se encontraram, Ana não soube como lidar com a situação, mas Dani ofereceu o ombro para a garota chorar e um abraço para ela recuperar as forças. Rapidamente eles se tornaram melhores amigos e então se apaixonaram.

“Por que ele com tantas pessoas no mundo? Porque o amor não é algo racional ou matemático. Nós temos uma conexão especial, nos entendemos muito bem, temos os mesmos gostos, hobbies, objetivos e por aí vai”, afirma a grávida.

Mega exposição

Imaginando as fofocas e curiosidade que o assunto geraria, o casal tentou, a princípio, manter a relação em segredo. Porém, ficaram cansandos de se esconder e acharam que a melhor maneira para revelar essa história de amor seria em um programa de televisão. Obviamente, a revelação surpreendeu os telespectadores e também os amigos dos pombinhos.

Lutando por um casamento

O anúncio da gravidez intensificou a polêmica envolvendo esse caso. O casal não conseguiu oficializar a união porque, de acordo com o Código Civil da região, irmãos – mesmo que seja apenas por parte de pai – não podem se casar. Para tentar resolver isso, Ana contratou um advogado para ajudá-la a ser adotada legalmente pelo padrasto – homem que ela afirma considerar seu verdadeiro pai.

“O advogado está encantado com a ideia de fazer eu e Dani deixarmos de ser irmãos aos olhos da lei. Isso que a gente se casasse. É claro que vai ser complicado, mas estamos determinados a buscar uma solução que favoreça o nosso filho amanhã”, expõe Ana.

Independente disso, o casal está ansioso para a chegada do bebê – cujo sexo ainda não foi descoberto –, que nascerá em dezembro. E pensar que por causa do incesto eles vão se tornar pais e tios no mesmo dia e da mesma criança.




Fonte: Delas 

Nenhum comentário :

Tecnologia do Blogger.